quarta-feira, 31 de dezembro de 2014
Último Dia do Ano
EEE, último dia do ano, faltando poucas horas pra virada e eu aqui  o(≧∇≦o) (o≧∇≦)o Não tenho muitos amigos pra ficar na rua jogando aquelas malditas bombas, ainda bem. Precisa ficar fazendo isso comigo? Tenho problema com isso, me assusto muito fácil. Eu não era assim quando criança u.u Sabia curti sem deixar as outras pessoas assustadas e com raiva.

Enfim, estou aqui só para desejar um FELIZ ANO NOVO e um Feliz Natal (atrasado)!

Também quero falar sobre o que vai acontecer com blog durante esse ano que está por vir. Não vai mudar muita coisa e nem quero que mude muito. Quando criei o blog ele era pra ser apenas sobre textos de uma garota boba que não sabe lidar com os próprios problemas e tudo mais que existe, mas em pouco tempo quero falar de outras coisas que eu gosto sem perder o foco principal. Entenderam? Por que eu não, rs. Whatever, em breve vou fazer um post mais detalhado sobre isso pra explicar melhor. Fiquem tranquilos.
Beijos, aproveitem bastante a parte da comida pois é isso o que importa nesse dia de festa e até a próxima! ô/

Marcadores: ,

Escrito por Nat     ▪     0 Comentário/s
sexta-feira, 12 de dezembro de 2014
Tag - 100 Perguntas que ninguém pergunta!

Oi pessoas ^^ Estão bem? Espero que sim e que vocês fiquem assim para sempre *-* Haha, percebeu que eu estou muito feliz? É porque eu tive um dia ótimo nessa semana e é por isso que eu ainda não bati e nem briguei com em ninguém. Gente isso é uma grande vitoria!
Estava eu voando pelo mundo dos blogs e parei em um que talvez a maioria conheça: Kazeyoku da Mistu, um blog muito lindo por sinal. Lá eu achei uma tag bem legal, mas comum. Já tinha visto ela em alguns blogs por aí e até estava pensado em fazer, mas a preguiça não deixava, sabe? >///< Chega de blá, blá, blá, vamos as perguntas?

Continue lendo »

Marcadores:

Escrito por Nat     ▪     1 Comentário/s
terça-feira, 2 de dezembro de 2014
Desabafo Necessário
A faculdade é uma bosta! Faz um tempo que não gosto de vim pra cá para estudar e acabar vendo por consequência a cara das pessoas. Um povo feio e chato que muitas das vezes são mal educados e falsos. Sério, eu não estou mentindo. Parece que curso superior hoje é REALMENTE pra qualquer um. Também não estou falando que todas as pessoas não merecem fazer faculdade, mas que todas elas, até as que não fazem deveriam ter o mínimo de educação, porque pelo que eu sei até as pessoas que tem a doença retardamento mental consegue ser mais educado que uma pessoa "normal”.
Eu odeio ficar olhando pra cara dos professores e pros outros alunos, não falo com eles porque deve ser uma merda ter amigos que falam com você porque acha que é obrigado. Odeio ter que vir e passar sono, fome e estudar para tentar ser alguém. Isso é culpa da minha mãe que acha que eu tenho que fazer essa merda de faculdade idiota. Eu nem sabia o que eu queria fazer, mas foda-se o que eu penso e acho, até porque é só do meu futuro que estamos falando.
Agora estou aqui com vários problemas internos tipo: fiquei mais antissocial, odeio definitivamente sair da minha casa para ver as pessoas, as vezes quero chorar do nada (como agora) sem motivo, fico cansada mais rápido e ganhei um namorado. Sim, eu ganhei um "boy magia" e cara, esse sim foi um problema. Não que eu não o ame, não que eu esteja namorando a força e nem nada, mas namorar dá mais trabalho do que fazer um curso de medicina na faculdade.
Só pra falar, assim, pra vocês não acharem que estou fazendo curso de medicina porque eu não estou fazendo, ok?! Eu faço TADS (Tecnologia em Analise e Desenvolvimento de Sistemas). Grande o nome né?! Mas é uma bosta fazer aqui onde estou.
Estou cansada e prestes a explodir. Só queria falar isso aqui...

Marcadores:

Escrito por Nat     ▪     2 Comentário/s
domingo, 16 de novembro de 2014
Músicas para Passeio Indesejável
Olá, como estão? Espero que bem pois eu não estou nada bem, vou ter que sair da minha casa contra a minha vontade para um passeio que não quero ir. t.t  Mães, elas nunca vão entender um não nosso. Sempre acham que é frescura ou que é preguiça, que no meu caso não deixa de ser muita verdade, afinal, eu tenho muita preguiça até pra sair do meu quarto e ir para a sala.
Enfim, hoje antes de sair de casa queria compartilhar com vocês as músicas que vou escutar durante esse "passeio". Creio que a maioria de vocês já devem conhecer as músicas, porque quase todas são k-pop e são bem conhecidas. As outras eu já não tenho certeza se vocês vão conhecer, mas qualquer coisa vão conhecer agora. Espero que gostem.


Não tem muita música porque a minha mãe já está gritando comigo pra eu sair do meu computador. Pelo menos deu tempo de jogar uma partida de aram no LOL, mas eu perdi :'( Eu sei jogar e já ganhei muitas vezes, mas como eu estava com pressa e não sabia jogar com o personagem que cai, acabei fazendo besteira.
Eu fiz tanta coisa errada nessa partida, olha isso: 4/9! Isso é muito ruim. Depois que eu voltar vou treinar mais até saber jogar direito com ele.
Ok, vamos esquecer isso e finalizar logo o post por aqui?! Que vocês tenham uma ótima semana, beijos e fui!

Marcadores: , ,

Escrito por Nat     ▪     4 Comentário/s
sexta-feira, 24 de outubro de 2014
Pessoas e Eu


Irresponsável. Talvez essa seja a palavra que me defina quando se trata de pessoas. Eu nunca tomei cuidado quando eles se aproximaram de mim me dando carinho, atenção e segurança. Era tão inocente que não dava pra desconfiar, então eu simplesmente me deixava levar.
Hoje eu tento me segurar e me esquivar das coisas que considero uma ameaça, mas elas sempre vêm com um toque de ternura e bondade. Eles devem saber exatamente o que fazer para poder me conquistar, iludir e depois dar o bote. Eu sou a pessoa que eles enchem de esperança, sonhos, vontade de viver que me tira o sono pra depois, nada. Talvez eu que crie expectativas de mais e acabe sofrendo por confiar de mais. Talvez a errada da história toda seja eu.
Eu realmente tenho medo deles, mas amo conviver com eles. São tão bons quando querem e viver nessa história de “hoje ele está comigo e amanhã quem sabe”, é bom. Acho que gosto de ser enganada, só pode.
Não importa o que aconteça, sempre vou mergulhar e me deixar levar por sensações inusitadas sem pensar duas vezes. Sempre sendo a garota “eu mesma” e sem medo de ser feliz, mas com um medo enorme de perdê-los. Eu sou toda confusa, eu sei, mas é culpa deles se eu os quero perto e longe, se eu os amo e odeio, se eu desejo tudo de bom e que se explodam também. Enfim, eles são boa parte da minha vida e sempre vão ser e é por isso que eu sou feliz.

Marcadores:

Escrito por Nat     ▪     1 Comentário/s
quarta-feira, 22 de outubro de 2014
Monstros da Noite
Como não olhar pra trás se o passado vem bater na minha porta toda noite? Onde quer que eu vá tudo me assombra, como que se fosse um aviso. Tem um alguém que não me deixa esquecer as escolhas erradas que fiz e que não me deixa viver direito, fazendo assim eu lembrar de momentos bons e até fantasiar histórias que eu gostaria ter vivido com um outro alguém que já se foi. Parece complicado, mas é assim que minha vida é hoje. Quero viver o agora com pessoas que me fazem bem e que eu possa fazer o bem também, mas mesmo assim esse alguém quer me deixar louca e me faz lembrar para dizer que eu tenho que me afastar, se possível morrer.
Tão complicado quanto falar russo, eu até estava esperando que a vida fosse um pouco difícil como um chute na canela de uma criança mimada, mas não isso. Já tentei entender e creio que a culpa não é minha e sim de quem me persegue. Até desejei que a tal pessoa fosse feliz. Sem sucesso. O importante é que eu tenho que aprender a lidar com isso e esquecer os meus monstros. O passado faz parte de qualquer um e eu tenho o direito de sorrir com o agora sem que ele fique na minha porta me assustando.

Marcadores:

Escrito por Nat     ▪     2 Comentário/s
Postagens Novas
Página inicial
Postagens Antigas
Hey bem-vindo! Eu sou a Nat e esse é um pequeno espaço da minha mente super louca e confusa. Aqui só tem besteira! Mas divirta-se!
follow this blog
Categorias
Arquivo
Me leva com você